À margem da chamada de artigos promoveu-se a escrita colaborativa sobre
Aos meus filhos
– o artigo integrará a edição n.º 5 – VARIA 2020 – 

***

Apart from the call for papers, collaborative writing was promoted on
To my children
– the article will integrate edition no. 5 – VARIA 2020 –

 

Aos meus filhos | To my children

“Este filme é uma singela homenagem aos pais e filhos que se veem separados em virtude da pandemia da Covid 19. Amem-se e não desistam de si mesmos. A vida sempre vale a pena!” (Mendonça, 2020)

“This film is a simple tribute to parents and children who find themselves separated due to the Covid 19 pandemic. Love one another and don’t give up on yourself. Life is always worth it!” (Mendonça, 2020)

Durante a pandemia que a todos afetou, Jean Mendonça, produtor e diretor de cinema, natural do Brasil, viveu o confinamento só, longe dos seus mais queridos. Com a vontade exasperada de se aproximar dos filhos partiu para uma mensagem cinematográfica, simbólica, que lhes dedicou. Aos meus filhos tem a duração de quinze minutos e retrata momentos do seu quotidiano confinado, desde a rotina de um duche matinal ao telefonema numa tentativa frustrada para, com o filho de 10 anos, jogar online.

During the pandemic that affected everyone, Jean Mendonça, producer and film director, born in Brazil, lived in confinement alone, far from his dearest ones. With an exasperated desire to approach his children, he left for a cinematic, symbolic message that he dedicated them. “To my children” lasts for fifteen minutes and portrays moments of his confined daily life, from the routine of a morning shower to a phone call in an unsuccessful attempt to play online with his 10-year-old son.


Cinema & Território. Revista internacional de arte e antropologia das imagens | Universidade da Madeira | Portugal